Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Coração de Poeta

O coração de poeta
Nunca se aquieta
Quer viver cada momento
Quer apreciar o singelo movimento
Das almas das flores.
O coração de poeta quer ser livre das dores

O coração de poeta
Não só paixão se completa
Pois somente o amor
É que dá a plenitude
Para que ele não mais se ilude
É então que vermelho torna-se cor
De um coração que antes estava pálido
E agora bate constante e cálido.

O coração de poeta
É mágico, pois desperta
O desabrochar das flores
Que não querem desabrochar;
É mágico, pois liberta
O pássaro que não conseguia se libertar.

O coração de poeta
Bate como outro qualquer
E também bate rápido,
Mas não porque a inspiração chegou,
Mas sim porque sua amada lhe beijou,
E mal sabe ela que está beijando um poeta
Que lhe dedicou inúmeros versos,
E que somente ela por inteiro o completa.

24/03/06
Miguel Rodrigues
Enviado por Miguel Rodrigues em 25/03/2006
Código do texto: T128305
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Rodrigues
Barueri - São Paulo - Brasil, 33 anos
1434 textos (42683 leituras)
6 e-livros (1681 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 11:08)
Miguel Rodrigues