Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POEMA A UM FILHO DE PROVETA

Meu primeiro filho nasceu como fruto de muita oração, espera, esperança e da TECNOLOGIA. Ele foi um dos primeiros bebes de proveta do Nordeste e foi recebido por nós com festa. Passamos 14 anos sem filhos e tentamos de várias maneiras conseguí-lo. Por fim, depois de tanta luta, gastos, orações, buscas, frustrações, ele veio. Só sabe quem isso quem já provou...ou então quem deseja provar. Este poema escrevi no dia que ele veio ao mundo, com um presente de Deus, por isso se chama Jonathas, que significa dádiva de Deus.

Esse choro amarrado contido no peito
Essas lágrimas salgadas e presas em meus olhos
Esse berro atado como por cadeado na minha garganta
Essa linda emoção de ser pai pela primeira vez aos 40

Quem me dera poder descrever em palavras o que sinto
Pra ajudar aos que tentam e esmorecem na luta
Que por amor vale a pena arriscar toda a vida
Que o metal tão adorado não preenche o que falta

Que o fruto ao romper, rompe até o silêncio
De quem sofre calado esperando o consolo
Ver no colo e sentir o calor é mais forte que a morte
Que o sono não é nada comparado a alegria
De acordar no barulho tão doce desse choro carente
Que tentar uma vez e parar é até covardia
Desistir no caminho é esquecer que a vida
Requer mais que esperar, requer luta.
djalma marques
Enviado por djalma marques em 25/03/2006
Reeditado em 08/04/2006
Código do texto: T128319
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
djalma marques
Recife - Pernambuco - Brasil
67 textos (7455 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:22)
djalma marques