Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sinfonia do Adeus

 
 
 
Vida torta
Flores mortas
feridas e magoadas
Depois de estupradas
e machucadas
jamais serão  ressuscitada!
O vento leva o perfume
O tempo deixa o queixume
com o choro do desalento!
A dor fica ao relento
e o amor dorme nos braços
do céu do esquecimento
sob o véu de estrelas apagadas
A alma embriagada sofre
Bebe lágrimas carbonizadas
com o gosto de solidão!
A primavera foi antecipada
A morte foi antecipada
A morte foi anunciada
ao som de harpas e clarins
pelo tristes querubins
que solfejavam lânguidamente
assim:
A história chegou ao fim!
Ai! de mim!
Ai! de mim!
 
 
26/12/2004
Zena Maciel
Enviado por Zena Maciel em 24/04/2005
Código do texto: T12856
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Zena Maciel
Jaboatão dos Guararapes - Pernambuco - Brasil
239 textos (6625 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 22:01)
Zena Maciel