Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A morte do Poeta

A Morte  do Poeta!
Zena Maciel


Morre o poeta!
A fatídica tristeza enterra
nos versos sujos de dor
Nas asas de um condor voêm
para o inferno se preciso for !
Despede-se dos  ridículos versos
Hostiliza metáforas e rimas
estupra sua triste  sina
de vadio sonhador!
Choram as letras putrefadas
Palavras  nuas engravidadas
Sonhos  escritos e abortados
nos bordéis do maldito  amor
Com o punhal cravado no peito
rasga a vida estrábica e sem jeito!
Escarra nas elegias
Por pura ironia
faz o funeral das letras
com orquestras e retretas
e dança com  a histérica alma
vestida com as flores do mal!
No   útero  frio da poesia
jaz um coração   afogado
estupidamente jogado
no poço da  estóica solidão!
12/04/2005

http://geocities.yahoo.com.br/zenainversos/index.htm









Zena Maciel
Enviado por Zena Maciel em 24/04/2005
Código do texto: T12866
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Zena Maciel
Jaboatão dos Guararapes - Pernambuco - Brasil
239 textos (6626 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:23)
Zena Maciel