Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DANÇA MALDITA

É na noite que os fantasmas
atravessam nossos corpos
É na noite que os seres inimagináveis
se tornam realidade
É na noite que os cães ladram
É na noite que os demônios atacam.
E é quando os demônios atacam
que eu me solto.
Liberto meus demônios loucos
com suas faces
deformadas e debochadas.
Deixo que dancem ao meu redor
a dança maldita
dos que perderam o juízo.
Deixo que me arrastem
para o inferno
em meu corpo insano.
Danço com eles
a dança dos seres
sem memória,
sem juízo,
sem perdão.
A dança da liberdade
de quem já perdeu
o medo da Morte e da Vida....
Danço...   danço.....
Danço a fúria da insanidade
que corrói a mente.
Danço a dor da consciência...
Danço a dor da rejeição...
Danço... danço... até cair
Exaurida no chão.
INÊS HOFFMANN
Enviado por INÊS HOFFMANN em 26/03/2006
Código do texto: T128996
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
INÊS HOFFMANN
Roque Gonzales - Rio Grande do Sul - Brasil
33 textos (3072 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 18:14)
INÊS HOFFMANN