Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NÃO CHEGA...




     Por mais que se sinta e se acredite,
     Por mais alto e mais forte que se grite
     Que profundamente,
     E muito sinceramente,
     Se ama ou se amou alguem,
     Isso não chega...

     Há que poder reconhecer se, também,
     Com igual profundidade
     E a mesma sinceridade
     Capazes somos,
     Ou fomos,
     De demonstrar
     A dimensão de tal amor a esse alguém!
     Mas também isso não chega...

    O terceiro e principal passo faltará...
    Aquele que se esquece
    E, por isso, raramente se dá...

   Esse passo é tudo tentar, tudo fazer,
   Nada omitir
   E nada esconder,
   Para, em total consciência, reconhecer
   Que todo esse amor está chegando ao outro
   Num suficiente estado de pureza
   E de inequívoca clareza
   De modo a fazê-lo sentir-se amado!...

   Porque, amar e sentir-se amado
   É uma constante da vida,
   Seja em que âmbito for
   Da tão vasta amplitude do amor...

   Pois só a sensação firme de se ser amado
   Pela pessoa que nos é querida
   Nos dá a real magnitude desse amor!.

                Se assim não for…
                                                                                              NÃO CHEGA!...
   
   



   



   
     

   



   

   

   
HELENA BANDEIRA
Enviado por HELENA BANDEIRA em 27/03/2006
Código do texto: T129522
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
HELENA BANDEIRA
Portugal
397 textos (11665 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 07:56)
HELENA BANDEIRA