Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0254 - Quanto quero


 
Deixe o corpo inteiro aqui pra mim e o coração,
dou-lhe do remédio que um dia você me curou,
deixe que lhe tome, vou levá-la para onde nunca foi,
leia meus olhos, decore as palavras de amor e venha...
 
Você é minha fruta mordida ao meio,
o pedaço, o carinho que ficou preso na boca,
a sede e a água que dá sabor,
todo amor que ficou meio perdido no peito.
 
Quanto tempo será vida não importa,
escrevo palavras e nelas coisas simples da paixão,
nestes simples que estão meus sentimentos,
é minha mente, as mentiras, o sonho, é tudo.
 
Talvez chore um pouco, mas não por lhe perder,
a alegria de estar, mesmo quando tiver partido,
quero a vida que me mostrou nesta chegada,
não vamos ter o mundo... um céu posso lhe garantir.
 
Quando sarar desta paixão, inventaremos amor,
qualquer coisa que nos faça ir ao encontro,
assim somos, um dentro do outro todas as horas,
fazendo amor de loucuras, é como nos queremos.

03/05/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 25/04/2005
Código do texto: T12956
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116242 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 12:11)
Caio Lucas