Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

REGOZIJOS DO POETA


Sente nos dedos
Nas teclas
No âmago do homem
E do poeta
Que encontrou
A rima perfeita
O mote do texto
A idéia original
E o profundo
A que ela remete...
E percebe que ao escrever
As sílabas fluem
Como notas musicais
Como discurso estudado
Como aula...
E se nutre da emoção
Das lágrimas seguras na goela...
E então regozija-se
Como criança
Como gênio
Cantando como canário em seu reino
Como ser livre
Sentindo sua força natural
Sintonizado com o canto universal...

Sigmar Montemor
Enviado por Sigmar Montemor em 27/03/2006
Código do texto: T129588
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sigmar Montemor
São Bernardo do Campo - São Paulo - Brasil, 52 anos
1762 textos (285431 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:24)
Sigmar Montemor