Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Poema do Tempo

Tempo!... Relógio esquecido,
somos parte de sua engrenagem.
De repente!
Como n'um passe de mágica
lembramos!
Passou tão rápido...
Os ponteiros incansáveis marcaram
na cadência das batidas do coração
os acontecimentos,
foram tantos,
mas! engraçado!
Lembramos apenas poucos
aqueles de real inportância.
Podemos com convicção afirmar:
todo tempo não é o suficiente,
são tantos projetaos inacabados
tantos sonhos à realizar...
Quebra relógio,
atraza tua hora
leva minha esperança
de conquistar tua confiança
e abraçar novas auroras...
Jamaveira
Enviado por Jamaveira em 28/03/2006
Reeditado em 07/07/2006
Código do texto: T129929
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jamaveira
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 62 anos
1943 textos (95989 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:02)
Jamaveira