Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A MENDIGA.


(selecionada e editada pela CBJE, na 5a edição de Antologia de Poetas Brasileiros Contemporâneos, Fev e Dez, 2004)

Trêmula, indecisa, suja, em vão suplica

As migalhas de favor, o resto ou sobra

De porta em porta em vão a mão estica

E se atiram algo, ao agradecer se dobra.


O filho chora, em frágeis e enrugados braços

Que o balança, e a mãe ao seio o ajusta

Tem ele como a mãe: destino e traços

Que entre babas e suor não mais soluça.


Mostra, os poucos e sujos dentes que ao sorrir

Olha para o filho: qual será seu futuro?

E para seu soluço, sempre um pão velho e duro.


E afaga o que lhe resta na vida ao peito

E com molambos a terna mãe o filho cobre

Como se ser pobre, também fosse um defeito...

Lucas Durand
Enviado por Lucas Durand em 28/03/2006
Código do texto: T130012
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lucas Durand
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
491 textos (377349 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 20:56)
Lucas Durand