Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0262 - Alguns jamais


 
Jamais tocarei seu rosto; antes,
deixarei um brilho inconfundível na sua pele.
 
Jamais tocarei suas mãos; antes,
beijarei a sua boca sedenta do meu corpo.
 
Jamais tocarei seus cabelos; antes,
tocarei todos os pêlos do seu púbis.
 
Jamais tocarei seus seios; antes,
invadirei o sexo sem ao menos ver os olhos.
 
Jamais tocarei sua língua; antes,
desenharei trilhas de saliva pelo seu corpo.
 
Jamais tocarei sua paixão; antes,
mostrarei a minha, a que a enlouquece.
 
Jamais tocarei seus sentimentos; antes,
deixarei consigo um amor, o meu que ficou seu.
 
07/05/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 25/04/2005
Código do texto: T13046
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116240 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 02:48)
Caio Lucas