Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VIDA

Vida que se extingue de uma forma lenta e sofrida
O espírito já não suporta sua prisão
a matéria já toda disforme pela malvada doença.
Mas, mesmo assim, o ser humano se apega de forma desesperada
para viver a
  morte e a vida numa luta desesperada
  Um duelo forte e desigual !


A vida é beleza, alegria
Sorrisos mesmo nos dias difíceis que lutamos por ela
E a morte,
   pesadelo, tristeza, saudades, sombras
    desespero
  Para quem vai e para quem fica !

Dias terríveis para logo depois vir a saudade...
As lembranças dos momentos felizes.

Como é difícil aceitar esta sentença!

Mas como seria o ser humano se não existisse a morte?^

Agiria como um DEUS,  Seria o poderoso
 e quantas coisas mais?
Bem diferente do PAI que é só bande, compreensão...
sempre a nos PERDOAR..... !!!


Este poema foi para uma pessoa muito especial !

Em 08.03.2005
KARMEM MARTINS
Enviado por KARMEM MARTINS em 30/03/2006
Código do texto: T130942
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
KARMEM MARTINS
Recife - Pernambuco - Brasil
52 textos (2479 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:22)
KARMEM MARTINS