Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Munique

Aos dramáticos acontecimentos dos Jogos Olímpicos de 1972 e à vingança terrível que se seguiu.
Vitimas reais foi quem morreu e quem teve que matar ideologicamente, mas em nome de quê? Que Deus, que política merece uma vida?

MUNIQUE

Sangue derramado
É sangue da treva
Nova aventurança
É sangue que pede vingança

Munique

Laços desse mesmo sangue
Que se queriam sagrados
Irmãos separados à nascença
Que com o tempo, com o tempo…
Se tornaram odiados

Munique

Bons homens
Bons pais
Exemplares amigos
Excelentes filhos
Vestiram-se de sombras
Para matar o inimigo

Munique

Que afinal não era tão diferente deles
Dos seus ideais
Estavam apenas do outro lado
E por isso se tornaram bestiais

Munique

Fera gera fera
Ódio supostamente divino
Ajuste de contas celestial
Mentiras, demasiadas mentiras
Elas sim o espelho do mal

Munique

Porque a paz
Deveria ir de Nova-York
Ao Islão
Verdadeira lei universal
De tempos que jamais virão

Munique

Não somos nós afinal
Meros seres humanos
Supostamente alguém racional
Digam-me pois a razão
De sermos o pior animal?

Munique

Que mata em nome de nada
Porque a política e a religião
São apenas isso, nada
Porque a vida, essa sim é uma bênção
Quem define os alvos
Quem pensa a estratégia
É que devia desaparecer
Pois a sua existência
Essa sim é uma tragédia
Com que a humanidade
Tem de sempre pactuar
Pois eles são os nossos religiosos
Os nossos reis, políticos
E demais pandilha
Que não deveria mandar
Em coisa nenhuma
A não ser em si próprios
E deixar o resto de nós
Entregues ao seu próprio andar
Que nos levaria certamente
A um mais belo futuro
Libertos desses arautos negros
E de tudo o que deles vem
Tudo deles signifique
Para que não se repitam dias tristes
Para que a luz nos ilumine

Munique

Poema protegido pelos Direitos do Autor
Miguel Patrício Gomes
Enviado por Miguel Patrício Gomes em 31/03/2006
Código do texto: T131392

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Patrício Gomes
Portugal
5077 textos (170354 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 10:28)
Miguel Patrício Gomes