Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tarde de Âmbar


Gotas de chuva pingam suaves na janela
Faz-me lembrar aquela tarde de âmbar!
Fizeste o momento florescer no jardim
Enfeitaste com flores pedaços de mim.

O beijo suave que me deste o mais belo,
Guardei-o no peito com sabor de verdade
Ao dizer que me amas, nos sonhos ficaste,
Justificando os desejos não serem em vão.

Amor meu, minha sina, ensina!
Tua doce mulher a viver o silêncio
A deusa do amor que te anseia no vento
Guardar teus beijos de encantos momentos.


01/04/06

LuliCoutinho
Enviado por LuliCoutinho em 01/04/2006
Reeditado em 14/04/2007
Código do texto: T131839
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
LuliCoutinho
São Paulo - São Paulo - Brasil
863 textos (158639 leituras)
2 áudios (428 audições)
7 e-livros (1313 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:23)
LuliCoutinho