Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AVE DE PEDRA

Não rara, não solta
Outra vaga lembrança
Que se esvai em traço
Tácito, simples, delineado
Feito aquele beijo não dado
Como em outras formas de amor
Simétrico, sintético, emaranhado
São outras plumas, praia & revolta
Páginas para colocar na balança
Ramas secas, regaço
Olhar vítreo, alienado
Sem sexo, outro fado
Como em outras juras de amor
Passageiro, lúdico, entranhado
Asas que revoam, ribalta
Tocam outras músicas, ribalta
Eu e a noite, bagaço
Um copo, sem voz, desfigurado
Lento caminho, amotinado
Como em outras falas de amor
Ao cruzar o mar, fogo acanhado.

É meu amigo Charles Baudelaire, le monde non c’est fini pas.

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 27/04/2005
Código do texto: T13228
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120252 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 18:42)
Peixão