Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Me conta uma piada sem graça

Me conta uma piada sem graça
Enquanto delineio teus traços com o dedo
Me mata de rir dos meus antigos medos
Me ressuscita de amor
Me permite um trago sem dor
Um trago de vida repartida
Insinua o desejo num copo de licor
Me conta uma piada sem graça
E me vertem lágrimas de um abismo irônico
Mergulho no olho desnudo e catatônico
E me redescubro menina, espécie rara
Clarice, Nara, Cora Coralina, sol na cara
Deixa que eu espere o beijo
Deixa eu navegar o desejo
Me faz trampolim pro além de mim
Me deixar dormir
Me acorda com anjos
Me permite corar com os camaleões na praça
Me conta uma piada sem graça.

Alyne Roberta Neves Costa
Enviado por Alyne Roberta Neves Costa em 08/01/2005
Código do texto: T1323

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citar a autoria de Alyne Roberta Neves Costa). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Alyne Roberta Neves Costa
Salvador - Bahia - Brasil, 45 anos
28 textos (2608 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/09/16 05:42)
Alyne Roberta Neves Costa