Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BEM QUERER, BEM SORVER

Aos poucos,
cada vez mais teu e amante,
me sinto contigo ardido na pele de uma febre igual;

teus olhos, cabisbaixos, em pudor,
aguardam que as alças da blusa caiam
sem temor dos seios imóveis, cheios de bem-querer.

Aos poucos,
cada vez mais teu e amante,
me sinto contigo respirado em um espaço próprio;

tua boca, sem os lábios da minha,
derretem meus beijos abaixo do umbigo
no êxtase da voz sem clareza, por tanto bem-sorver.

Djalma Filho
Enviado por Djalma Filho em 27/04/2005
Código do texto: T13247
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Djalma Filho http://www.recantodasletras.com.br/autor.php?id=686). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Djalma Filho
Salvador - Bahia - Brasil
658 textos (19517 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 01:59)
Djalma Filho