Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Atrás da Palavra Perdida...

Fecho os olhos e não durmo
se durmo já não sonho
Quando acordo não enxergo
as coisas como espero

Não encontro o encanto que preciso
Procuro em mim asas pra valer o voar do meu destino
Nessa misera ânsia entro em conflito, saio...

Angario a passos sorrateiros olhares que me tragam atino

Pedem enquanto imploro
Fantasiam enquanto reflito
Sorriem e eu choro
Amam clamam, finjo fujo

Vôo ao encontro de pessoas boas e podres...

Enquanto plenas divago
Quando falam me calo
Se me gritam não respondo
me beijam e não disfarço

Quando é Fevereiro eu quero Março
Se de mim se desfazem eu as abraço...

Rogam pragas e eu bendigo
O que ressuscitam eu aniquilo
Se misturam eu depuro
E no infinito dos meus rumores

                      deixo beijos e abraços...
Orlando Miranda
Enviado por Orlando Miranda em 02/04/2006
Reeditado em 02/04/2006
Código do texto: T132634
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Orlando Miranda
São Paulo - São Paulo - Brasil
58 textos (3303 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:31)
Orlando Miranda