Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Os sete pecados

Quem não pecou,
Não existiu...
Quem nunca errou,
Na verdade só não admitiu...

O pecado é normal,
O desacerto é alimentar...
Insistir no que é mal.
É o que se deve condenar...

Os pecados são tantos...
Não há como fugir...
Nem mesmo os santos,
Conseguiram inibir...

Existe a gula,
Que é comer em excesso...
Alimento deveria ter bula,
Prevenindo por expresso...

A avareza,
Que é ambição desmedida.
Acompanha a tristeza,
De ser rico e não ter vida.

A inveja opõe a felicidade,
Não gosto nem de falar...
Não admite a prosperidade,
Não permite a própria vida governar...

Da Ira, do ódio, da vingança,
Devemos ter certo medo...
É capaz de matar a esperança,
Devemos não ter... Tendo, guardar em segredo...

Luxúria, sensualidade,
Pode nos levar ao prazer ou corrupção...
Atinge a sociedade,
Dificulta a redenção...

A soberba, o querer se elevar,
Não se limita...
Pecado que se quer controlar,
Tornando a vida esquisita...

A preguiça é algo engraçado,
Se não fosse de todo ruim...
A negligência torna desgraçado,
Aquele que demora até para dizer um sim...

Tudo é pecado,
Todos são pecadores...
Importante é não querer ser errado,
Essencial é preservar os melhores valores...
Nagredla
Enviado por Nagredla em 02/04/2006
Código do texto: T132689
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nagredla
Miguel Pereira - Rio de Janeiro - Brasil, 51 anos
233 textos (49739 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 22:02)
Nagredla