Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Grito!!

Não calo!
Esta ânsia, que não me deixa
Dá-me ganas de gritar.
Por tão perene que me invade
Assim sonhada e profana,
Obriga-me a esmolar,
Percorre meu ser,
Dos pés à minh’alma insana,
Meu fado, jaz acalentado…
Cala-me o desejo,
Nesta vida mundana,
Dá-me apenas um beijo,
Para matar saudades…
Este momento, que sei…
Nunca o viverei
Por isso, calo!


Para ler nos dois sentidos.

© Luís Monteiro da Cunha
2005-12-26
Luís Monteiro da Cunha
Enviado por Luís Monteiro da Cunha em 02/04/2006
Código do texto: T132756

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Luís Monteiro da Cunha). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Luís Monteiro da Cunha
Portugal, 54 anos
36 textos (837 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:02)
Luís Monteiro da Cunha