Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Brisas



Pela brisa serena, da manhã atrevida,
Pela lembrança do mar, que insiste em mim,
Pelo cheiro do incenso que queima alecrim,
Pelos pingos de tinta, da pena antiga,
Que teimam em versos cansados,
Que buscam o inverno, que brinca
Como folhas nos chãos dos outonos,
Tudo vem pela brisa serena,
Dessa manhã atrevida,
Sou só o instrumento, atento absorvo,
Agradeço a luz, pelo novo da vida.

Tonho França.
Tonho França
Enviado por Tonho França em 03/04/2006
Código do texto: T133022
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tonho França
Guaratinguetá - São Paulo - Brasil, 51 anos
82 textos (5756 leituras)
4 e-livros (356 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:46)
Tonho França