Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SEMENTES DE SOLIDÃO

Brotam em mim
sementes...
germinam
confundem-se
com o meu ser

Não sei se sou metade,
se sou completa
pois talvez me falte
inspiração

Sou feita de arroubos,
traições, ferimentos,
agonias e ilusões

Ansiando em ser feliz
tento me iludir
preencher os pontos vazios
para não ser só solidão

Como será o coração dos que nada sentem?
Como será o coração de quem magoa sem pensar?
que fere,
que trai,
que não ama?

Como será meu coração
quando a esperança de ser feliz
já não florescer em mim?





Zeza Martins
Enviado por Zeza Martins em 03/04/2006
Código do texto: T133025
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Zeza Martins
Recife - Pernambuco - Brasil
130 textos (7823 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 07:27)
Zeza Martins