Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Conquistador

Desperto. Procuro por ti em todo o lugar.
Onde estás? Para onde foste?
Há um minuto estavas aqui
Entregue ao meu beijo... ao meu desejo
Como poderia desfazer-te no nada?

Sagrada lembrança em meu peito...
Figura angélica no céu risonho...
Dize-me para onde foste
Que irei atrás de ti e
Enfrentarei o inferno se preciso for.

Cavalgarei o corcel alado
Por terras bravias em teu nome.
Enfrentarei ordas assassinas solitário
A carregar a flâmula tua em meu punho e,
Mesmo ferido, não desanimarei.

Terras conquistarei sorrindo;
Mares atravessarei cantando;
Povos dominarei amando;
E o teu Ser será supremo
Onde quer que eu vá.

Minha espada erguida a duas mãos...
Revelará a supremacia da raça dos Amantes...
Acovardai, Don Juan — eu sou o conquistador,
Cruel como foste, Cortez, corajoso Colombo.
Sou eu o dominador das terras daquele corpo!
Alberto da Cruz
Enviado por Alberto da Cruz em 03/04/2006
Código do texto: T133134

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite Alberto da Cruz e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alberto da Cruz
Angra dos Reis - Rio de Janeiro - Brasil, 35 anos
201 textos (24129 leituras)
15 áudios (1092 audições)
6 e-livros (1206 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 14:09)
Alberto da Cruz