Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Loyola

Perdão se eu machuquei a tua ingratidão
É pena que a perda seja uma quimera aflita sem causa
Ontem o medo foi trancado no escuro da milenar solidão
Não tenhamos receio da flor que é a tempestade
Não importa a força que vem o vento forte
O culpado contrabandiou o inesgotável ardor de um amanhã sem cor, pois é o término de toda dor
É o fim podemos agora acreditar
Pois do que foi não muito há
Pára no meio da estrada
Estenda-me a mão
Mas você é quem está na contramão do meu destino
E a miserável churrasqueira acabou por dar o assado do desprezo requentado ao nobre perdão alheio
A aflição da afeição degolou o carinho
Mas se o carinho for embora Loyola fica
Loyola fica
Luyzla Garrido
Enviado por Luyzla Garrido em 04/04/2006
Código do texto: T133655
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Luyzla Garrido
São Luís - Maranhão - Brasil, 30 anos
25 textos (1223 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:28)
Luyzla Garrido