Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Anjos da Noite®

Piras da Noite,
Alma sem dono,
Nos traz com açoite,
O mundo que somos!
Vultos que dizem,
Os cantos da Mente,
O "frio" de um olhar,
Um arrepio demente!
Uma imagem que assusta,
Mas a vida continua.
Já se foi aquela busca!
Nossa quantos corpos! Qaunta rua!
quanto mal invisível,
Quanta gente escondida!
Vagar é possível,
Mas andam sem vida.
Os olhos, já não são os mesmos!
Já o oxigênio, gelado.
Agora veja tudo o que temos...
Quero ver do outro lado!
Parece ser triste,
Mas ainbda tento.
Como um pessoa existe,
Só que sem muito talento!
Eles parecem brilhar,
São diferentes.
Parecem ser importantes,
Como ninguém vê essa gente???
Estão ali, ali também!!
Isso não é impossível, quem sabe mais além,
Eu também possa ser invisível!!!®


By Fourmig4®
Out/2000
Fourmiga
Enviado por Fourmiga em 05/04/2006
Código do texto: T134231

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fourmiga
Itajaí - Santa Catarina - Brasil, 34 anos
28 textos (1321 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 22:26)
Fourmiga