Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Para a minha borboleta



Doce foi o teu vôo em minha vida durante cada minuto de felicidade que podemos desfrutar juntos...
repousava-se em meus ombros me dando  paz, levando sobre si minhas dores e me tornando mais forte a cada dia, juntos eramos um só e tinhamos tudo o que precisavamos, conseguiamos sorrir todos os dias e isso foi nos tornando próximos.
Foi bom ter-te ao meu lado, foi bom ser util à você, sei que ja não mais lembra-se das vezes em que lhe ajudei , mas eu influênciei em decisões importantes em sua vida, eu te tirei de torturas que lhe fazia infeliz....
É bem verdade que por diversas vezes pisei em tuas asas e descubrimos a DOR FÍSICA juntos, senti tuas lágrimas molharem meu peito e tratei sua carência com gelo e arrogância, fui grosso quando tentou entender-me e nunca exitei em jogar tudo que quis na sua cara, mas mesmo assim você continuou a me visitar a cada voo, você ainda insistiu em passar por minha janela mostrando que mesmo assim você ainda precisava de mim e fazendo-me entender, ainda que em meu orgulho mudo; me fez admitir que eu também preciso de você...
Tanto ouvi você dizer que era diferente de tudo que eu conhecia até agora, mas isso sempre me irritou pois se você realmente tivesse alguma diferença eu saberia notar...
Durante algum tempo de convivência consegui enchergar beleza em ti e então jogar minha vida em suas asas pois mesmo sendo por mim pisada ainda assim estava por perto me fazendo ver q independente de meus atos de nada mudarua seus sentimentos...
Então realmente pude te ver como  alvo de confiança e confiei meus maiores segredos a ti, vc entro em meus segredos como parte de minha falília e soube de toda história até hoje confiada só a três irmãos de sangue.
Mas infelizmente borboleta, como todo inseto você se revelou da mesma laia, você que estava prestes a tirar essa imagem generalizada que eu tinha onde todas eram iguais ao motivo do gelo em meu peito, você que por tantas vezes quis provar que naum era só carencia...
Eis  que a história se repete, mostrou-se magoada quando disse que se naum fosse eu seria outro mas em minha primeira ausência deu sequência e continuidade a corrente de seress despreziveis que se igualam ao monstro tão odiado por todos que acham que foi o culpado de tudo que acontece comigo.
Pois é hoje todo amor se desfez como fumaça,  fui substituido e agora você não precisa mais de mim ao seu lado, já não mais voa por meu caminho, tem agora pra quem firmar todas as suas promessas repetidas e ainda consegue empregar bem a piada " incondicional".
Não haverá aquele " um dia" pois um dia vocês veriam que a amizade vale mais do que tudo, um dia vocês aprenderiam a dar valor pra o que realmente te faz feliz mas acho que jamais chegará esse dia, já que ele passa por vocês todos os dias e voc^s nunca percebem...
"nossos mundos só se cruzariam daqui a 10 anos" falei de valores, falei de preocupações e falei de dinheiro, mas será que agora você entende o significado do "somos de mundos diferentes???".





o poema acabou acima mas só como comentário pessoal, por mais que você leia e releia o conteúdo acima, você jamais saberá que sentimento alimento agora e nunca vai saber o que sinto e lembresse, NUNCA, não é um dia que demora muito e depois chega....
rOg Oldim
Enviado por rOg Oldim em 05/04/2006
Código do texto: T134478
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
rOg Oldim
São Paulo - São Paulo - Brasil, 29 anos
185 textos (6584 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:47)
rOg Oldim