Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vida de Sal

estou
às voltas
com as
vidas
que nos
tonteiam.

ou torturam,
balanceiam,
ninam de ódio
meu próximo,
faz do amor
um engasgo,
e se afastam
para a
ceia
dos sozinhos.

hoje,
já não entendo,
nem pra cá,
nem pra lá.

estão todos ao
relento !

uma hora
sou dois
de pêssegos,
noutra,
dose de sal,
que,
no meu corpo,
pretende.

hoje,
sou virada,
sou ano passado,
sol de sombra do
do meio-dia,
aparententado
da lua
e do vento.

verdade é:
de fraco
sou,
mas brado
igual aço,
por ser
faminto de
saudade dela.

e, até,
chorando azul
sob a chuva,
pedindo
caminhos,
pra os dela
achar.
José Kappel
Enviado por José Kappel em 08/04/2006
Código do texto: T135720
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26787 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:23)
José Kappel