Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MOÇO

Moço:


Moço...
Você ta vendo
Aquele monte lá ao longe
Ali, um dia, foi minha morada.
Hoje, lá não tem mais nada.
Minha casa virou tapera
Nem para abrigo serve mais
Um dia alguém passou por lá
Destruindo tudo o que encontrou
Meu lar, minha mata meu coração.
Depois foi embora sem nada dizer
Não quis saber se eu iria sofrer
Com, o estrago que ela fez.
Ao partir ela apenas disse
Aqui eu não tenho mais nada
Por isso vou embora pra cidade
Sem ao menos levar saudade
Se nada tenho para lembrar
Dizendo isso, ela se foi.
Sumindo em meio, à noite.
Pois é, seu moço...
Tudo lá virou tapera
Meu monte minha casa.
Onde, eu dividia com ela.
Meu amor minha felicidade
Tudo o que tinha a ela dei.
Hoje, ninguém quer morar lá.
Por isso vim embora pra cidade
Pra não morrer de saudade
Tudo por lá eu abandonei.


Volnei R. Braga












Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 08/04/2006
Código do texto: T136068
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147476 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 16:21)
Volnei Rijo Braga