Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fim de tarde

            Estranha forma,
            Dança,sibila,
            E lúdica transforma
            A tarde que oscila.
            È como se fôra,chama,ou
            Belo fogo fátuo,
            O evaporar do que restou do dia.
            Pura entrega,arfante alquimia,
            que promete...

            São sonhos indigentes,
            Espectros de suor, lágrimas,
            E, sobra de promessas,
            Trazidas que foram ao sol nascente.
            E sobem arquejantes,sem pressa...
     
            Da noite,a brisa
            Já assume seu lugar,
            Empurra os restos do dia,
            E seu poder enfatiza.
            Abranda,seduz o ar,
            E as formas diurnas, pura letargia,
            Na ansia febril que a devora,
            A noite pressurosa incorpora...

           Por que jovem,a noite sonha,
           E por que sonha,solicita,
           ajunta,do dia,frustrações enfadonhas,
           Restos de esperança que inda palpita,
           E faz de tudo,um colar
           De estrelas ornado....
           Tudo isso ao olhar encantado,
           Do luar,e ...dos namorados.
               
Teca
Enviado por Teca em 09/04/2006
Reeditado em 09/04/2006
Código do texto: T136194

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citar a autoria de Teca e o site www.recantodasletras). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Teca
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil
1121 textos (122847 leituras)
5 e-livros (1459 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 04:24)
Teca

Site do Escritor