Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu( quadras soltas)

Cidadão livre, coração vagabundo
Boémio, fadista, cantor
Voz profunda, sorriso ao mundo
Alma bonita, plena de amor.

Na alma a chama intensa
No fogo que nela ardia
No peito, transporto a presença
Na pele, cheiro a marezia

Na boca o gosto a beijo
Nos dedos a descoberta
No coração o deseijo
Neste corpo de poeta



Alma Lusíada
Enviado por Alma Lusíada em 09/04/2006
Código do texto: T136301
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alma Lusíada
Portugal
104 textos (18765 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 05:17)