Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Só uma poesia


Angélica T. Almstadter

Calarei na noite  o que me faz verter a verve
Silenciarei os meus lábios molhados
Mesmo que siga caminhos estilhaçados
Não saberás o que em mim ferve
 
Longe de ti e dos teus segredos
Nasce pura a poesia noturna
Doce em minha companhia taciturna
Tecendo caprichosa meus medos
 
Serei leito dos meus desvarios
Das minhas sandices poéticas
Serei proscrita das mesmices éticas
 
Passearei mansa nos meus arrepios
Avessa que sou à técnicas
Poesias depositarei nos meus vazios
Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 28/04/2005
Código do texto: T13649

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 62 anos
1054 textos (55643 leituras)
25 áudios (3274 audições)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 09:10)
Angélica Teresa Almstadter