Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nesga Flor da Primavera

Nesga flor que me adorna,
nesga flor de jasmim,
que me colore,
que faz de mim,
o próximo de seu próximo,
o cântico das horas,
o apogeu dos homens,
o êxtase do sol.

Nesga e doce que
vive entre o fazer de
mim uma esperança,
ou morrer devagar entre
as pétalas dos augustos,
dos poetas que chameiam
pontilhas de amor!

Nesga flor que me adorna!

Rubra e ácida,
viva,eloquente,
dobras de mocidade
cujo tempo as
horas das horas
devoraram.

Pouco por mim, entrego
à você
-minha doce próxima –
a esquina dos vividos,
ondem dormem os esquecidos!

Adorna também seus lábios
com o canto dos florençais,
que se sussuram
entre a palidez do
morno céu, e o pungente
sol da mocidade
que os aquece!

E,entre nós, um novo tempo:
um tempo,
de sermos eternos,
juntos a todas as fronteiras,
na dor, na agonia,
no prazer.

Amor de nós dois,
já diziam os das
esquinas de ouro,
só pode ser
costurado por bênçãos
dos franjais,mas
justamente eternos !
José Kappel
Enviado por José Kappel em 10/04/2006
Código do texto: T136661
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26783 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:31)
José Kappel