Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mulher de Cabaré

Mulher de Cabaré
Sávio Assad
Sou sua amante preferida
Vivo aqui sempre a tua espera
Neste mesmo cabaré
Gosto de sentir seu perfume de moço
cheiroso, de alisar este cabelo macio.
Perpetuar esse seu corpo nu, sobre o meu.
Você chega me toma nos braços e te satisfaz, com pressa, com sede. Mas eu quero te sentir. Sentir você sendo meu, me possuindo, me mantendo sua pelo menos por alguns minuto.
Eu tenho um coração sedento, mas você não enxerga, eu tenho o desejo de corpos ardentes a luz do luar, mas você não entende.
Me pega, me usa sem pelo menos saber o que sinto.
Na verdade, sinto sim, sinto que sou uma escrava a te esperar, toda noite, neste cabaré, aguardando para ser usada e não amada.
Quero me libertar de você, mas cada vez mais sinto sua falta.
Que mulher sou eu, que não consigo trocar uns minutos de gozo e de prazer por uma paixão.
Sou uma mulher de cabaré e estarei aqui sempre a te esperar, para viver mais uns minutos desse prazer, que me fez escrava de você.
05/10/05
Sávio Assad
Enviado por Sávio Assad em 10/04/2006
Código do texto: T136745
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sávio Assad
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
419 textos (26703 leituras)
19 áudios (1373 audições)
4 e-livros (106 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:50)
Sávio Assad