Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sangue gelo

Não ser mais que mera dor,
inevitável fado
de cruéis devires.
Cabeça sem coração, mecânico
e frio coração ausente,
estrela de luz já extinta,
artificial claridade.
Definitiva e existencial mentira.
Gesto de puro gelo,
sangue inventado,
vida jamais nascida.
Crisálida.
Ficção.
Terrífico sonho.
Eu.
Dionísio Dinis
Enviado por Dionísio Dinis em 10/04/2006
Código do texto: T136881

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Dionísio Dinis). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Dionísio Dinis
Portugal, 54 anos
126 textos (5406 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 20:04)
Dionísio Dinis