Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DOCE TORMENTO

Ah, que doce tormento!
Sem ele não somos ninguém
É o amor, esse sentimento,
Que cultivamos por alguém.

É mel e fel num momento.
Vive-se o céu e o inferno
É estática e movimento
Brutal gigante terno.

Felicidade eterna seria,
Vivência só de prazer
Se não terminasse um dia
Com o ato de morrer,

Partindo a tênue aliança
Do dedo anelar da vida
Perdida fica a esperança
Deixando a alma sofrida.

24/08/04.
Maria Hilda de Jesus Alão
Enviado por Maria Hilda de Jesus Alão em 28/04/2005
Código do texto: T13689

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Hilda de Jesus Alão
Santos - São Paulo - Brasil
848 textos (343099 leituras)
19 áudios (10580 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:45)
Maria Hilda de Jesus Alão