Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Saindo de mim.

Saindo de mim...

Nas sacadas, nos beirais dos sobrados,
Na inércia do destino
Em muros pichados,
Nos arranha-céus embolorados,
Nas lágrimas que guardo destilada,
Protegidas pela sombra do caminho.
Nas placas apontando as direções erradas,
Pela dor da coroa de espinho,
Pela doses exatas, baratas,
No cálice onde bebo só
A penitência de cada dia.
Nada me entorpece, nem alivia,
A engrenagem mói os homens,
Na sua essência o sagrado e a fantasia,
Amanhã estaremos iguais,
Mudos, calados, sem qualquer poesia...
Nas sacadas, nos beirais dos sobrados,
Nos arranha-céus embolorados.
Esquecidos, a espera do nascer do dia.

Tonho França
Tonho França
Enviado por Tonho França em 10/04/2006
Código do texto: T137038
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tonho França
Guaratinguetá - São Paulo - Brasil, 51 anos
82 textos (5754 leituras)
4 e-livros (356 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:51)
Tonho França