Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto



Onde está minha estrela?
Não a vejo!
Será que o brilho se apagou?
Ou se deixou morrer?
Olho, busco por ele
Nada,
Ele não brilha
Não se mostra
Talvez esteja ferido, dilacerado
E a dor o ofusca
Ou talvez esteja sem forças para brilhar
Foi tão mal tratado, tão pisado que não quer aparecer
Talvez se esconda da humilhação de amar e não ser amado
De haver sido tolo em acreditar em um amor que não existiu
Em se deixar lograr em sua fé e esperança
Deve estar escondido em um canto qualquer
Para sozinho poder chorar e tentar tirar a dor de si
Tentar superar a dor do desamor e a dor da mentira vivida
Fica ai meu brilho
Se precisas ficar fica meu brilho
Te refaz, ganha forças, confio em ti
Quando a magoa estiver amena voltarás a brilhar
És Phoenix!
Resurgirás
Sei que sim!

***

ÐäMå Ðë ÑëG®ö

Apenas uma mulher que já riu, amou, se entregou e chorou.
Escrevo o que sinto, como sinto quando sinto.
Longe, muito longe de ser uma poetisa sou apenas alguém que sente! 

***

Beijos
Dama De Negro
Enviado por Dama De Negro em 10/04/2006
Reeditado em 12/04/2006
Código do texto: T137069

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dama De Negro
São Paulo - São Paulo - Brasil
1890 textos (146151 leituras)
2 e-livros (329 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:47)
Dama De Negro