Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor de Doer

não gostaria
que você
de mim
lembrasse.

afinal,
prá quê?

santo
não sou.

chinelo de

também não.

agora,
sou sufocante,
e me afago
com dúzias
delas.

não espere não.

eu já fui
e você
nem percebeu.

ficar de
mãos dadas
não quer dizer
nada.

nem beijar
nessa
idade
de todos
os lados !

não lembra mais
de mim,não.

não adianta
nem choro
nem vela.

o que morreu
morreu!

mas,como um
espinho
doeu.

amor quando
morre é igual
a casa
de zebedeu:
entra rico
e sai
sem vintém.

não lembra de mim
mas não.

e fim de
papo:

amor só foi
feito para
doer !

José Kappel
Enviado por José Kappel em 13/04/2006
Código do texto: T138290
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26777 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:40)
José Kappel