Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Pedreiro



Penso no olhar velho do meu pai
e desenho uma rua.

Removo a pedra, o pó e o rio.

Deito a chuva na sombra
com as pequenas ervas.

Ao meio-dia
espremo da testa o sol
Dou à pedra a força,
à flor o meu grito
e ao semblante o horizonte.

O apito e o arroto
leva o farrapo branco à boca.

A pensar no olhar velho do meu pai

Cuspo as mãos, esfrego a ferramenta
e bato o metal na terra.

Numa berma assobia a morte
Na outra canta a vida.

A pensar no olhar velho do meu pai
Desenho o seu destino.


Ana Mª Costa


Ana Maria Costa
Enviado por Ana Maria Costa em 13/04/2006
Código do texto: T138435
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ana Maria Costa
Portugal, 50 anos
152 textos (6923 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:25)
Ana Maria Costa