Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DOAÇÃO

Amei como ninguém, tornei-me um moribundo
que tem no coração, a dor de uma chaga viva
Trago comigo toda ingratidão do mundo
Doada por você quem mais eu quis na vida

Sonhei como ninguém, nos sonhos possuí
Momentos de ternura em ilusão florida
Agora tenho em mim, a dor que consegui
Doada por você, quem mais eu quis na vida

Lutei como ninguém pra ter seu coração
Por ser feroz na luta, trago a ferida
Doada por você, quem mais eu quis na vida

Se amar, sonhar e lutar, resumem nossa vida
Eu já viví como ninguém viveu: FELIZ
Mesmo sem ter você, a quem eu sempre quis.

Obs: Ela (??????)guarda esta poesia bem escondida, para que o seu marido não a descubra.  
José Arnaldo Lisboa Martins
Enviado por José Arnaldo Lisboa Martins em 13/04/2006
Código do texto: T138606
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Arnaldo Lisboa Martins
Maceió - Alagoas - Brasil
69 textos (17131 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:49)
José Arnaldo Lisboa Martins