Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O BURRICO

Na estrada que corta os verdes prados,
Sentindo no corpo a suave brisa,
Vai o burrico carregando os fardos
De trigo que a fome ameniza.
Caminha lento, olhos cansados.
Tem uma força que se interioriza,
Sente que os afagos do dono são mal dados,
Pois é só do seu labor que ele precisa.
Não se irrita com a longa caminhada.
A impaciência do homem não o entretém,
Pois tem a astúcia que a Natura lhe deu.
Quando pára não anda por nada.
Exaspera o dono com a teimosia que tem,
E pensa: - Antes que me dê um coice, dou-lhe eu...

26/05/03.
Maria Hilda de Jesus Alão
Enviado por Maria Hilda de Jesus Alão em 30/04/2005
Código do texto: T13908

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Hilda de Jesus Alão
Santos - São Paulo - Brasil
848 textos (343129 leituras)
19 áudios (10580 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:49)
Maria Hilda de Jesus Alão