Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


Vou limpar minha alma
Com calma e cuidado
Não posso jogar fora coisas que são importantes
Hum... vamos ver...
Por onde começar?
Por ti tristeza!
Desculpe mas terás que ir
Já estás em mim á muito tempo
Hora de partir
Vá e tente ser menos triste.
Ódio, raiva e rancor
Não, não estão aqui
Também nunca os senti.
Solidão
Como és escura, não te quero mais
Agora quero sair e ver as cores do mundo
Até nunca mais.
Mágoa
Nossa! Como estás grande, como pesas
Ocupas muito espaço, também terás que ir
Escureces minha alma e amargas meus dias
Não sentirei saudades de ti.
O que mais?
Medo
Não te esconde, já te vi, e já passou de tua hora de ir.
Vá e não precisa nem voltar para me visitar.
Sorrisos
Ah! Tu ficas, quero muito mais de ti em mim.
Alegria, carinho e paz
De vocês não me separo mais.
Agora tu amor
Porque estás escondido ai nesse cantinho?
Não sabes que és vida?
Que sem ti não há cor, nem sabor e nem perfume?
Como fazes isso amor?
Como te escondes?
E ainda escondes junto de ti a coragem, a esperança e os sonhos
Isso não se faz!
Não percebem que sem vocês não se vive,
Que não se sente a poesia, que a luz do Sol não brilha,
Que seu calor não aquece,
Que a Lua e as estrelas perdem o brilho,
Que o mar não canta,
Que ás flores não tem perfume 
Eos pássaros emudecem?
Vou coloca-los aqui,
No maior e melhor espaço de minha alma
Ah! Musica
Estás aqui, que bom que não me deixas-te, adoro-te.
Alegria 
Bom te encontrar novamente, esteja sempre comigo.

Pensei que havias morrido, que bom te sentir, preciso muito de ti.
Deus 
Que bom que aqui estás, apesar de todas as minhas faltas não me abandonas-te, perdoa-me
Eu te amo!
Pronto tudo limpo e arrumado
Vida
Seja bem-vinda
Estou pronta para ti!

***

ÐäMå Ðë ÑëG®ö

Apenas uma mulher que já riu, amou, se entregou e chorou.
Escrevo o que sinto, como sinto quando sinto.
Longe, muito longe de ser uma poetisa sou apenas alguém que sente!

***

Beijos
Dama De Negro
Enviado por Dama De Negro em 15/04/2006
Reeditado em 18/05/2012
Código do texto: T139389

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dama De Negro
São Paulo - São Paulo - Brasil
1890 textos (146139 leituras)
2 e-livros (329 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:35)
Dama De Negro