Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nudez na tarde..

       Ontem á tarde,
       fechei portas,
       cerrei entradas,
       e sem alarde,
       peguei vias mortas
       desci estradas,
       tomei escadas,
       rumo ao porão...
       Buscava um vulto,
       leve animação
       que denunciasse
       um verso oculto,
       nota,breve canção...
             Algo,
       que num passe,
       desnudasse a alma
       da tarde,e a revelasse..
       Mas,a tarde fria
       Era estranha e calma,
       e se recolheu levando a poesia.
       Foram a lugares profundos,
       meandros tão escuros,
       que lá não pude chegar.
       Retomei o caminho do mundo,
       Então,dei passos obscuros.
       Hoje não é dia de cantar!
       Que o silêncio desça,
       e toda me envolva.
       Que meu cantar emudeça,
       até que a tarde mo devolva.
       Enquanto isso,
       trabalho as flores,
       cultivo hortas,
       amo, reparto carinhos...
       Sem compromissos,
       sem versos, sem rimas, estertores.
       Mas... deixo abertas,comportas,
       janelas e portas,
       aberto o coração.
       Quem sabe, a poesia,
       não brote do chão,
       no corpo da vida?
       Regada, a suor e sangue,
       talvez num piscar,
       no orvalho do pranto,
       ela retire o véu
       e... se deixe encontrar!
       
       
       
       
   
Teca
Enviado por Teca em 15/04/2006
Reeditado em 15/04/2006
Código do texto: T139498

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citar a autoria de Teca e o site www.recantodasletras). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Teca
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil
1121 textos (122847 leituras)
5 e-livros (1459 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:13)
Teca

Site do Escritor