Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

RESGATE

RESGATE
Lílian Maial



Ele me pagou,
tintin por tintin, o que me devia.
Não me deixou nem o saldo devedor.
Pagou cada lágrima rolada
e cada choro preso.


Pagou,
e pagou com juros,
as noites que rolei na cama,
as horas que contei no tempo,
as dores do silêncio.


Pagou sim,
e pagou dobrado,
todo o calor petrificado
nesse meu peito calcinado.


Pagou o esquecimento,
a chuva,
a música, que fingia não saber de cór,
o sorvete preferido,
o nome do garçon,
aquele, o fornecedor dos guardanapos rabiscados,
onde imprimia poemas de espera.


Ah, ele me pagou,
fez questão,
e tão em dia,
apesar de já ter-lhe, há muito,
perdoado a dívida.


*******

Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 15/04/2006
Código do texto: T139575

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.lilianmaial.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Lílian Maial
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1158 textos (248767 leituras)
21 áudios (13707 audições)
3 e-livros (1280 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 03:51)
Lílian Maial

Site do Escritor