Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HOMEM DE PEDRA

Homem de Pedra
Lílian Maial


Eu conheci o homem de pedra.
Aquele que não sonhava, que se bastava, que não amava.
Conheci a pedra e todas as suas ranhuras.
Deslizei na superfície e tentei penetrar-lhe a essência.

Conheci o homem de pedra,
e busquei atravessá-lo com as cores das palavras,
encantá-lo com os versos das canções.
Conheci o homem e suas idéias,
seu sabor de solidão e desapego.
Que a pedra é seu estado latente,
contra os dias e os não dias.

Rondei seus pesadelos e quase lutei com seus fantasmas.
Rolei em suas ribanceiras.
Despenquei das ilusões rarefeitas.

Conheci um dia esse homem e,
água que me fiz,
pensei furar a pedra dura, de tanto bater.
Mas percebi-me tão pedra quanto ele.
Uma pedra ao avesso.
Que rola feito lágrima por seu corpo.
Que espera feito o velho por seu sorriso.
Que se engana feito criança por sua palavra.
Que lamenta feito aquele que não viu passar o tempo.
Que se aloja no fundo de um lago,
atirada por um gesto qualquer,
condenada ao esquecimento,
feito o homem de pedra.


*************



Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 15/04/2006
Código do texto: T139757

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.lilianmaial.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Lílian Maial
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1158 textos (248657 leituras)
21 áudios (13707 audições)
3 e-livros (1280 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 07:45)
Lílian Maial

Site do Escritor