Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Uirapuru


Oh Tupã, se apressa em me salvar
Me transforma num pássaro
Para o meu amor eu poder visitar
O desalento se apoderou de mim
Meu cacique está a amar
Sua eleita atirou certeira a flecha
E por isso com ela, ele vai se casar
Vou fugir, vou voar
No norte do Brasil vou me instalar
Meu coração está em prantos
Longe do meu amado é meu lugar
Oh Tupã, dá-me um canto novo
Como o som de uma flauta quero sibilar
E ensinar aos pássaros todos
Como se deve cantar
Oribici não é mais o meu nome
Uirapuru-verdadeiro
Corneta ou músico, estão a me chamar
Meu pobre corpo é disputado pelos homens
Como talismã de felicidade
E para que as pessoas
Às suas casas possam retornar
Índios e sertanejos dizem
Que sou sobrenatural
Uirapuru significa:
Pássaro que não é pássaro
Mas o próprio Tupã, deus imortal!


        **********************************


     Poema inspirado na lenda do Uirapuru. Seu canto só se ouve 15 dias por ano enquanto constrói o seu ninho. Ele canta de 5 a 10 minutos apenas pela manhã e à noite. Mas de tão belo canto, todos os outros pássaros se calam para o ouvir.
     Em 1917, o maestro Heitor Villa-Lobos compôs Uirapuru, encantado com sua lenda que conta que uma moça embevecida com seu canto, atirou uma flecha em seu coração, transformando-o assim num belo jovem com quem se casou.
     Transcrevo abaixo a letra da música:


            UIRAPURU
            Jacobina e Murilo Latini

            Uirapuru, uirapuru
            Seresteiro, cantador do meu sertão
            Uirapuru, uirapuru
            Ele canta as mágoas do meu coração
            A mata inteira fica muda ao teu cantar
            Tudo se cala para ouvir tua canção
            Que vai ao céu numa sentida melodia
            Vai a Deus em forma triste de oração
            Uirapuru, uirapuru
            Ele canta as mágoas do meu coração
            Se Deus ouvisse o que te sai do coração
            Entenderia que é de dor tua canção
            Que daria para salvar o meu sertão
            Uirapuru, uirapuru
            Seresteiro, cantador do meu sertão
            Uirapuru, uirapuru
            Ele canta as mágoas do meu coração.

         
        ********************************************


UIRAPURU BICHO ARREDIO/ TÍMIDO POR NATUREZA/ SUA INTELIGÊNCIA É UM DESAFIO/ E SEU CANTO DE ÍMPAR BELEZA/ PÕE TANTO SENTIMENTO NO CANTO/ FAZ QUALQUER UM ARREPIAR/ DEIXA TODA FLORESTA EM ESPANTO/ ATÉ DEUS PAROU PRA ESCUTAR/

Enviado por Sigmar Montemor em 16/04/2006 19:08
para o texto "Uirapuru"



Uirapuru // canto de mel // floresta em silêncio // ouvindo um momento // o som imortal // nas asas do vento // melodia que encanta // com maior sentimento // a arte de amar. Belíssimo poema. Parabéns.

Enviado por Calaf em 7/04/2006 08h52
para o texto "Uirapuru"



A dor de amar é doce//como o canto do irapuru do sertão//a dor da saudade amarga//como a sede da canção...//é breve a dor do poeta// que perdido ainda empresta// a voz do irapuru// pra açaimar seu coração... ( parabéns pelos versos, baiano! ps conheces Catulo da Paixão Cearense?? tens seus lirismo...

Enviado por Eder Mag em 20/04/2006 21:39
para o texto "Uirapuru"



"Cerecê e Uirá, duas lindas cunhãs apaixonaram-se por Ypadi, forte, valente guerreiro, cacique da tribo Tupi. Apenas uma o cacique poderia amar: Cerecê, a luz da floresta, o seu amor, a taba em festa. Uirá, coração cheio de tristeza, chorou longamente a sua dor e as lágrimas em gotas cristalinas tornaram-se notas musicais de amor! Tupã secou a suas lágrimas e transformou seu pranto nos mais doce canto. Cantar, cantar é a tua sina. Cantar... cantar, poeta do amor, flauta divina!"

Não resisti. É uma toada da minha terra. Fiquei emocionada ao ler teu poema.
 
Enviado por Má Herculano em 22/04/2006 20:11
para o texto "Uirapuru"


     ADOREI OS COMENTÁRIOS POÉTICOS DO SIGMAR MONTEMOR, DO CALAF, EDER MAG E MÁ HERCULANO, POR ISSO OS ESTOU POSTANDO AQUI. OBRIGADO POETAS, SEUS ENCANTADORES VERSOS ENRIQUECERAM AINDA MAIS O TEXTO. GRANDE ABRAÇO AOS POETAS!

cacaubahia
Enviado por cacaubahia em 16/04/2006
Reeditado em 02/12/2008
Código do texto: T140028

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
cacaubahia
Londrina - Paraná - Brasil, 56 anos
334 textos (36451 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:03)
cacaubahia