Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tardes



Tardes.

Há tardes que as nossas dores,
Não cabem no pote de balas da sala.
E as lágrimas todas brotam
Esvaindo-se em cristais
Coloridos pelas lembranças tantas.
E qualquer verso que eu tentasse,
Seria inútil.
Há tardes que as nossas dores,
Refugiam-se no recôncavo
Das nossas saudades,
Melhor acender um charuto cubano,
Melhor ouvir um tango,
Melhor viver amanhã.

Tonho França
Tonho França
Enviado por Tonho França em 17/04/2006
Código do texto: T140640
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tonho França
Guaratinguetá - São Paulo - Brasil, 51 anos
82 textos (5759 leituras)
4 e-livros (356 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 16:59)
Tonho França