Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

1938...

Naquele tempo
Graciliano Ramos
Já triste em seu peito
Tinha que escrever.
Não era um simples manuscrito,
Ainda hoje realidade é.
Vi o meu tempo,
Entrar no teu tempo,
E por entre os olhos dele,
Vi o seu sentimento,
E juntei ao meu.
Também choro,
Não fui um do texto,
Sou de um contexto,
Daquele tempo ido
De agora ainda presente.
Mas,vidas secas,
Fala comigo,
E interfere diretamente
Na minha vida.
Condor Azul
Enviado por Condor Azul em 18/04/2006
Código do texto: T141376
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Condor Azul
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 54 anos
722 textos (26305 leituras)
1 áudios (175 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 16:46)
Condor Azul