Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Uma espera

Mais um encontro que não tivemos amor,
Como ansiava esse nosso momento,
no nosso cantinho de amor,
no nosso aconchego,
naquele lugar tranqüilo que ambos gostamos,

Sabe amor, fico imaginando as cerejas,
vermelhas, degustativas, saborosas,
mas que perderam o encanto da tarde,
tristes por não terem tido o prazer dos lábios teus,
como se compadecessem de minha solidão,
sem tua presença.

Meu corpo está frio sem o teu,
meus pensamentos tristes se perdem.
No horizonte que visualizo a minha janela
tantas coisas acontecem para nos separar
mas, isso não acaba o meu amor,
Continuo amando-o e esperando-o,
Quem sabe na próxima vez nos aconteceremos?

Eu as vezes mostro-me intransigente, ansiosa,
mas, é a saudade de teus braços, teus afagos, teus beijos,
Que me leva a dimensões imagináveis,
Mas, eu entendo amor,
Quer dizer tento compreender esses nossos desencontros,
pois sei que também me anseias e se não aconteceu
Não foi por sua vontade, me amas também.

Acho que o champagne pode nos esperar,
nesse tempinho irei imaginar mais coisas que poderemos fazer,
Só você e eu,

Sandra Wajman Gruner
Sandra Wajman Gruner
Enviado por Sandra Wajman Gruner em 19/04/2006
Código do texto: T141471
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sandra Wajman Gruner
São Paulo - São Paulo - Brasil, 54 anos
116 textos (7134 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:25)