Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Amor da Gente

O amor da gente -
e se todos tem amores!
Às vezes, quando se perde,
vai para o setor de
achados e perdidos.Um antro!
Já vi por lá até ponta de gente
em permanente pranto!

Se todos tem amores!
Amores vão e vêm,
como gôndola perdida
na Veneza que nunca vi,
mas, dizem, é cheia de cores.

Se todos têm amores,
tenho o meu
mas um dia, destes
de repente,
fui perder meu amor
bem querido.

Fui à loja de achados e
perdidos e lá me disseram
que meu amor partiu de
bem perto prá bem longe!
Isso de falar assim,
com meias palavras
chega a doer:
você atravessa a ponte
e do outro lado tem outra.

Coisas de falar assim,
perdi meu amor,
e nunca mais encontrei -
nem coisa parecida -
borbulhou entre a desesperança..
e afundou-se em outro mundo.

Fui embora desapercebido,
longícuo e atravessado.
Maria das Dores afinal
afinal tinha partido prá sempre
prá lá de Sant' Paul,
com outro homem bem desperto
que descobriu nela
o mesmo amor que perdi!
José Kappel
Enviado por José Kappel em 19/04/2006
Código do texto: T141513
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26789 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 12:14)
José Kappel